terça-feira, 26 de novembro de 2019

Treino Muscular Inspiratório na unidade de terapia intensiva

Já é sabido e notório que o uso da ventilação mecânica prolongada causa uma fraqueza muscular, principalmente dos músculos respiratórios. 
Estudo publicado em Setembro de 2017, realizado pela equipe de Fisioterapia da Unicamp,  nos mostra que os pacientes que realizaram o treino muscular inspiratório  melhoraram sua pressão inspiratória máxima (Pimax), diminuindo o tempo de desmame, sendo um procedimento confiável e seguro, inclusive em pacientes mais graves.
Esse estudo nos prova que o treino muscular inspiratório, mais que adequado, se torna necessário ao paciente dentro das unidades de terapia intensiva, diminuindo a incidência de pneumonia, infecções, mortalidade e redução de custos relacionados a hospitalização.
Leia o artigo na íntegra:







Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pilates e Treino Muscular Inspiratório

O método Pilates surgiu por volta 1914 e foi desenvolvido pelo Alemão Joseph Pilates, que na infância sofria de asma, raquitismo e febre re...